ANEPE NOMEIA COORDENADOR REGIONAL EM GOIAS

 

No dia 22 de setembro de 2017, a ANEPE, nomeou como Coordenador Regional da ANEPE, no Estado de Goiás, o senhor Sérgio Ferreira Wanderley, que alem de pescador esportivo é advogado.

O papel do coordenador regional, que, tal como a Diretoria e Conselho da ANEPE, é voluntário, consiste na divulgação dos benefícios do pesque-e-solte em sua região de coordenação; a representação da entidade naquela localidade; a participação em eventos, reuniões e audiências relacionadas à defesa dos interesses da atividade e, enfim, o fomento da pesca esportiva e do mercado da pesca esportiva.

A Diretoria e Conselho Estratégico da ANEPE dão ao Sérgio Ferreira Wanderley as boas vindas e desejam muito sucesso na coordenação.

 

"ANEPE - Trabalhando para a Defesa e o Estímulo da Pesca Esportiva Brasileira"

 

Site de Emissão de Licenças de Pesca Amadora sai do ar para migração

 

Desde a manhã dessa segunda-feira (18), o site responsável pela emissão das licenças de pesca amadora (Sinpesq) está desativado para solicitação ou emissão do documento. O motivo, segundo informou o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC), é para que o sistema seja migrado para a plataforma do ministério, já que a pasta da pesca foi transferida do Ministério da Agricultura e passou a ser de responsabilidade do MDIC.

Os pescadores que tentam gerar a GRU ou emitir a licença de pesca amadora federal, não estão conseguindo imprimir a via definitiva por problemas de atualização no site desde julho/2016. Desde então, várias falhas no sistema vem impedindo que o pescador se regularize.

A previsão é que o site volte a funcionar na nova plataforma ainda nessa semana, porém, não foi informado se os documentos que ainda aparecem como não pagos serão atualizados com o novo sistema.

Não portar a licença de pesca amadora não é crime ambiental, mas é considerado infração, com aplicação de multa em torno de R$ 300,00 e apreensão dos equipamentos de pesca.

 

Fonte: http://www.pescamadora.com.br/2017/09/site-de-emissao-de-licencas-de-pesca-amadora-sai-do-ar-para-migracao/

 

ABAV Expo tem programação sobre pesca esportiva


Na ocasião, haverá rodada de negócios, exposição de produtos turísticos e palestras sobre o universo do pesque e solte.

21077320 1481650735264665 2570879650094447998 n

 

Com o objetivo de dar ênfase à diversidade, a ABAV Expo 2017, que acontece de 27 a 29 de setembro, no Expo Center Norte em São Paulo, terá um espaço dedicado ao turismo especializado. Esse ambiente irá reunir segmentos como ecoturismo, turismo de aventura e pesca esportiva. "Após algumas reuniões, a Anepe conseguiu colocar o pesque e solte dentro da feira. A inciativa trará muitos benefícios para o setor. Vamos trabalhá-lo para que se desenvolver como produto turístico", ressalta Nelson Antonio Das Virgens Filho, coordenador regional do Vale do Rio Grande da Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (Anepe).

Entre as atividades da programação, uma exposição de empresas da área como Fishing Business, Pousada do Pintado e Asa Branca. Além disso, haverá rodada de negócios do mercado de pesca esportiva com o governo, agência de viagem, indústria fornecedora de produtos e serviços, operadores e outros profissionais do turismo.

Um dos destaques será uma palestra ministrada por Marcos Glueck, conselheiro estratégico da Anepe. Ele falará sobre o crescimento da pesca esportiva e as oportunidades de negócios. Essa atividade ocorrerá no dia 27 de setembro, às 17h, na Vila do Saber. Para mais informações sobre a Abav Expo acesse o site do evento ou envie um e-mail para Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo. .

Fonte: http://www.fishtv.com/noticias/especiais/abav-expo-tem-programacao-sobre-pesca-esportiva-1474

 

 

Santos encerra Semana do Peixe impulsionando pesca esportiva no Brasil

 

Semana do peixe

 

A pesca esportiva foi o mote do encerramento da 14ª Semana do Peixe, em Santos, durante o 1º Encontro de Pesca Esportiva do Litoral Paulista, que aconteceu dia 16 no Museu de Pesca de Santos, com palestras e atividades recreativas.


Os principais pontos de debate foram os desafios e a conscientização da pesca esportiva no Brasil, a importância da modalidade para o turismo brasileiro e as formas sustentáveis de praticar a modalidade do “pesque e solte”.


“Temos uma das maiores biodiversidades do mundo e espécies que não existem em nenhum lugar. Podemos nos tornar a maior vitrine de pesca esportiva como modalidade e turismo nas regiões onde se permite sua prática”, afirmou Antonio Carlos Ferreira de Araújo, presidente da Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva (ANEPE) na ocasião.


Segundo o presidente da ANEPE, a pesca esportiva gera receita de R$ 3 bilhões no Brasil. Porém, em outros países onde é reconhecida, como nos Estados Unidos, o montante chega a R$ 115 bilhões.


O país conta atualmente com cerca de 8 milhões de pescadores esportivos. Porém, a falta de incentivo e investimento tornam a atividade pouco rentável e carente de desenvolvimento econômico-ambiental.

Pesca consciente


Rodrigo Morelli e Willian Miyata, apresentadores do programa Saltwater na emissora FishTV, tocaram em outro ponto importante: a falta de conscientização da importância da pesca esportiva não apenas para economia, mas também para preservação ambiental.
“A legislação atual dá o direito da pesca para matar. Entretanto, essa prática degrada a natureza e causa forte impacto ambiental. Com a FishTV, passamos a conscientizar a modalidade de ‘pesque e solte’ e o quanto ela beneficia o ecossistema. Mas isso precisa alcançar mais pessoas”, afirmou Miyata.


Integração


Além das questões econômicas e ambientais, Luiz Marques da Silva Ayroza, Diretor Técnico de Departamento do Instituto de Pesca de São Paulo, falou da necessidade de integrar cada vez mais a pesca esportiva e a pesquisa.


“Nossos pesquisadores monitoram e realizam pesquisas de espécies e condições ambientais em todo litoral paulista, com intuito de oferecer informações mais precisas para contribuir com o desenvolvimento da cadeira e também com essa modalidade de pesca. Estamos fechando a Semana do Peixe com chave de ouro”, disse Ayroza.
A integração entre segmentos da cadeia produtiva, seja da pesca ou do consumo, é um dos pontos-chave apresentados para o desenvolvimento da atividade durante a Semana do Peixe como um todo.


“Nossa proposta é quebrar paradigmas. Na 14ª edição dessa campanha, buscamos levar isso às pessoas de diferentes formas”, afirmou Roberto Imai, Diretor Titular do Comitê da Cadeia Produtiva da Pesca e Aquicultura da Fiesp – Compesca, que destacou também a importância da sustentabilidade para o crescimento da atividade como um todo.
Pedro Pereira, membro da Compesca, afirmou que é preciso cada vez mais unir a pesca esportiva, a indústria e o produtor. “Se conseguirmos obter e seguir os mesmos valores todos serão beneficiados”, completou.


Também participaram do ciclo de palestras: Adalberto Oliveira (Betinho), empresário do turismo e da pesca esportiva e apresentador da FishTV; Renato de Paiva, superintendente do Ibama em Goiás, além dos pesquisadores do Instituto da Pesca, Victor Hugo Braga e Thiago Dal Negro.

Fonte: http://semanadopeixe.com.br/pesca-esportiva-encerramento/

 

ANEPE apoia a Semana do Peixe e participa do evento de encerramento voltado a Pesca Esportiva, repleto de palestras e atividades abertas ao público.

 

O Presidente da ANEPE, Antonio Carlos Ferreira de Araujo, vai ministrar uma palestra no evento de encerramento da Semana do Peixe em Santos.

A pesca esportiva é tema do 1º Encontro de Pesca Esportiva do Litoral Paulista, no dia 16 de setembro, no Museu de Pesca de Santos, que fica na avenida Bartolomeu de Gusmão, 192, na Ponta da Praia. Com início às 13h30 e atividades até as 18h, o evento faz parte da programação de encerramento da 14ª Semana do Peixe.


De acordo com a organização, nas palestras a intenção é promover um bate-papo informal com o público amante da pesca esportiva, focando na pescaria costeira e estuarina do litoral paulista. O encontro debaterá ainda questões sobre conscientização, como pesque e solte, respeito pelas medidas mínimas, limites de captura, preservação das espécies e poluição ambiental.


Também será compartilhado conteúdo sobre as principais técnicas esportivas das espécies do litoral paulista. Quem estiver presente, poderá assistir à demonstração prática de técnicas de arremesso básico de baitcasting e flyfishing, além de conferir uma exposição de equipamentos e materiais de pesca.


O 1º Encontro de Pesca Esportiva do Litoral Paulista tem visitação livre, mas, para assistir às palestras, é obrigatório inscrever-se por meio deste link: bit.ly/pescaesportivaSantos. As palestras estão sujeitas a lotação máxima de 70 pessoas, por isso programe-se para não ficar de fora!


Caso não compareça no dia do evento até as 14h para a abertura das palestras, sua vaga será cedida aos interessados da lista de espera.


Pesca esportiva


Modalidade de esporte em que o pescador prioriza o retorno do animal ao seu habitat, com o pesque e solte, reza a lenda que a freira Juliana Berners, no século XVII, foi quem definiu os princípios da pesca esportiva, publicados em seu livro The Book of Saint Albans – mas claro que tudo isso pode ser apenas mais uma história de pescador!
A pesca esportiva pode ser feita em águas doces ou salgadas, com equipamentos básicos, como varas, anzóis e carretilhas, mas também é importante utilizar materiais de segurança, como botas, para evitar animais peçonhentos, além de bússolas e apito náutico, de forma a facilitar a localização.


14ª Semana do Peixe


A Semana do Peixe foi criada há 14 anos para incentivar o consumo de pescado e trazê-lo para a rotina das pessoas. Para isso, são organizadas diversas atividades, distribuídas pelo território nacional, focando na praticidade no preparo do pescado, no destaque às qualidades nutricionais e no incentivo à comercialização de peixes e frutos do mar no varejo e food service. Acompanhe as ações da 14ª Semana do Peixe neste mapa.

Programação 1º Encontro de Pesca Esportiva do Litoral Paulista (sujeita a alteração)


– 13h30 Recepção/Credenciamento

– 14h00 Abertura
Sr. Luiz Marques da Silva Ayroza/ /Sr. Roberto Imai
Assunto: Boas-vindas/ abertura do evento oficial de encerramento da Semana do Peixe/Desafios e metas para 2018

– 14h15 – Mercado de pesca esportiva e aquicultura: alternativas econômicas e sociais ambientalmente sustentáveis
Palestrante:
Dr. Antonio Carlos Ferreira de Araujo – Presidente da Anepe – Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva


14h35 – Perguntas e respostas – aberto para todos

– 14h40 – O hábito alimentar e reprodutivo do robalo em estuários: a biologia, as fases de crescimento, a influência do clima e das correntes e outros fatores que determinam as técnicas mais produtivas de captura e conservação da espécie
Palestrantes:
Dr. Sergio Tutui– Biologo, Pesquisador Científico do Instituto de Pesca – IP, Diretor Executivo da FUNDEPAG
Victor Hugo Braga – Biólogo da UNESP
Lygia Cardoso Silva e Thiago Dal Negro – Biólogos do Instituto de Pesca e Membros do Projeto Robalo Vivo


15h20 – Perguntas e respostas – aberto para todos

15h30 – A pesca do robalo no mangue com equipamento de flyfishing – técnicas, iscas, equipamentos mais indicados
Palestrante:
Sr. Adalberto Oliveira (Betinho) – empresário do turismo e pesca esportiva, apresentador do programa A Arte do Atado – FishTV


16h00 – Perguntas e respostas – aberto para todos

16h10 – Pesca esportiva no litoral paulista: principais especies esportivas, melhores técnicas, dicas de locais mais propícios, pesque solte e preservação.
Palestrantes:
Márcio Tutuhi, Willian Miyata e Rodrigo Morelli – Saltwater Team – apresentadores do programa Saltwater na emissora FishTV


17h10 – Perguntas e respostas – aberto para todos

17h20- Demonstração básica de arremesso com fly e baitcasting – aberto a todos


Master guides:
Flyfishing – Betinho
Baitcasting – a definir

18h00 – Encerramento

Eventos adicionais à programação de palestras
Mini-Exposição de equipamentos voltados à pesca esportiva, estuarina e marítima da costa brasileira
Local: a ser definido
Sala de atado (demonstração de técnicas, divulgação de materiais, confecção de iscas, equipamentos, etc.)
Local: a ser definido

Fonte: http://semanadopeixe.com.br/pesca-esportiva-tema-seminario/

 

Folder Evenro

Contato

mapahome

Av. Paulista, 475 - 3º andar

Bela Vista - São Paulo /SP

Tel: (11) 2149-0590 / 2149-0565

JoomShaper