1

2

A ANEPE- Associação Nacional de Ecologia e Pesca Esportiva conquista mais uma cadeira no MTur – Ministério do Turismo, sendo escolhida para fazer parte também do GTT – Náutico  - Grupo de Trabalho de Turismo Náutico. Os representantes da ANEPE nesse GTT, serão o Sr. Marcelo Claro  como Membro  e o Sr. Emilio Gimenez Monteiro  como Membro Suplente 

O GTT Náutico é um grupo consultivo-propositivo que tem por finalidade identificar e discutir questões relativas ao turismo náutico, de maneira a subsidiar a elaboração de políticas públicas ou o desencadeamento de ações necessárias para o desenvolvimento desse segmento turístico no Brasil, o grupo foi formalmente instituído pela Portaria MTur n° 54, de 26 de março de 2009, sendo composto por representantes de órgãos e entidades do setor público, da iniciativa privada e do terceiro setor convidados.

 

 

 

 

 

 

A Seawolf é uma empresa voltada para a pesca em mar, criada em maio de 2012, com base nas Leis da República Dominicana, sediada em Bayahibe, em uma bonita vila de pescadores.

Atualmente, é integrante do Torneio Internacional de Pesca do Marlin em Cap Cana e do Torneio Blue Marlin Classic,  ambos voltados para o pesque e solte.

Na República Dominicana eles estão protegendo os Marlins (Veleiro, Branco, Azul),através de etiquetamento e soltura dessas espécies quando capturadas e com isso está sendo considerada em  2014 como melhor local para a pesca do Marlin, graças a uma  frota reduzida de barcos de pesca, além da quantidade e variedade de espécies.

Num futuro próximo, em junho, a SEAWOLF BAYAHIBE Fishing School iniciará suas atividades. Uma escola de pesca para as crianças da vila, a fim de ensinar,  educar e conscientizar sobre a proteção do mar e dos peixes .

 

 No dia 22 de janeiro de 2014, a ANEPE, na pessoa de seu Diretor Secretário, Antonio Carlos Ferreira de Araujo, foi convidada e participou de visita técnica ao Município de Bertioga, para conhecer projetos que a prefeitura local vem desenvolvendo, destinados a uma melhor estruturação da pesca ribeirinha, incentivo da pesca esportiva e viabilização de aquicultura na região.

A visita se deu em conjunto com autoridades locais e entidades de preservação ambiental da região. A bordo de embarcação da Prefeitura Municipal, os presentes partiram do píer municipal e adentraram ao Rio Itapanhaú, um dos locais preferidos para a pesca esportiva e esportes náuticos.

 Nova Imagem         Schimit (operador de pesca esportiva), Godoy (PRESIDENTE DO CONSELHO MUNICIPAL DA PESCA), Marisa Roitman (SECRETARIA DO MEIO AMBIENTE DE BERTIOGA), Regina D’Martino (COCRIAR AMBIENTAL – Sócia), Antonio Carlos Ferreira de Araujo (ANEPE), Mario Scripilliti (COCRIAR AMBIENTAL - designer), João (DIRETOR DA COLONIA DOS PESCADORES “Z” 23 DE BERTIOGA) e Bolivar (DIRETOR DO MEIO AMBIENTE DE BERTIOGA)

Durante a visita, os presentes puderam acompanhar as explicações da Secretária de Meio-Ambiente de Bertioga, Marisa Roitman, a respeito da criação de áreas específicas para construção de marinas e estaleiros, projetados para ser o que há de mais moderno estruturalmente e que serão referência no Brasil; sobre a concepção de área específica para a concentração das atividades de pesca ribeirinha, incluindo píer específico, fábrica de gelo, centros logístico e comercial; além da criação de local específico para recepção das atividades da pesca esportiva, de modo a atrair o turismo de pesca para a região e todo o desenvolvimento econômico, social e ambiental que invariavelmente o acompanha.

Os presentes foram unânimes em concluir que, para validar os investimentos público e privado que serão feitos na região para a execução de tais projetos, desponta de fundamental relevo a preservação dos cursos d’água da região, como o canal e o Rio Itapanhaú, com especial atenção à regulação das atividades náuticas e de pesca ali praticadas, além da realização de estudos prévios sobre o comportamento das espécies-alvo da pesca ribeirinha e daquelas destinadas ao pesque-e-solte, como é o caso do Robalo, estudos esses que serão feitos em parceria com universidades locais e organismos do governo estadual 

Foto II

Antonio Carlos (ANEPE), Andrea Ana Dias (COCRIAR AMBIENTAL), Mario Scripilliti (COCRIAR AMBIENTAL), Camila Anello (COCRIAR) e Thomas Schimit (operador de pesca esportiva

 

 A ANEPE pode, ainda, inteirar-se de outro projeto já em curso no município, denominado "Peixe Legal - Pesca Consciente é com a Gente", capitaneado pela Prefeitura e pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento da Pesca, cujo objetivo é a difusão do respeito às medidas mínimas e cotas de captura estabelecidas pela legislação; corretos manuseio e devolução dos peixes capturados; conscientização sobre a importância de preservação dos espécimes de maior tamanho, os melhores reprodutores; a navegação responsável e diversas outras ações de estímulo do desenvolvimento sustentável.

O município mantém, ainda, um Barco Escola, que tem por objetivos: a realização de visitas monitoradas, promovendo a vivência com o meio natural ripário; desenvolvimento de pensamentos críticos, relacionando como as ações das dinâmicas urbanas reagem no equilíbrio natural do ecossistema ripário e como este desequilíbrio reage, afeta a comunidade lindeira e o município como um todo; promoção do sentimento de descoberta e de pertencimento do patrimônio natural existente no município.

“A Prefeitura de Bertioga, com ideias inovadoras e investimento sério e inteligente, está dando passos importantíssimos, e de vanguarda, rumo ao desenvolvimento econômico e social da região, e, o melhor, com sustentabilidade, e pode contar com a ANEPE”, diz Antonio Carlos, diretor da ANEPE.

 Maiores informações em www.bertioga.sp.gov.br e www.anepe.org.br. Acompanhe-nos no Facebook !

 

 

 

Foto Silva Jardim Lago

 

 

Em visita à simpática cidade de Silva Jardim – RJ, o Conselheiro Estratégico da ANEPE, Marcos Glueck, trouxe uma ótima impressão da região.

 

A presença da ANEPE foi solicitada para avaliar as condições da Lagoa de Juturnaiba para sediar um torneio de pesca esportiva na região.

 

A avaliação levou em conta a infraestrutura no entorno na lagoa e da cidade para recebimento de pessoas de todas as regiões. Além disso, fazer um reconhecimento da piscosidade do local seria fundamental para gerar a atratividade aos pescadores esportivos.

 

Avaliadas a infraestutura e depois de pescar alguns tucunarés amarelos, que mostraram que o torneio terá sucesso em quantidade de peixes, Marcos Glueck ainda observou que a região tem potencial para desenvolver o turismo da pesca esportiva, assunto que poderá gerar futuras reuniões entre as instituições envolvidas, motivando mais uma ação da ANEPE para o desenvolvimento da pesca esportiva.

 

 

 

      Foto SIlva Jardim Marcos e Colega Peixe 3

 

Contato

mapahome

Av. Paulista, 475 - 3º andar

Bela Vista - São Paulo /SP

Tel: (11) 2149-0590 / 2149-0565

JoomShaper